APÓS NOVE ANOS DE ATUAÇÃO PADRE VALMOR TOMASI DEIXARÁ A PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA LUZ

No momento em que se despede do seu pároco a comunidade católica de Nonoai é tomada pela emoção, um forte sentimento invade a todos: É o sentimento da gratidão, o que traz o desejo de dizer obrigado padre Valmor Tomasi, pelos nove anos de fraterna convivência, nove anos à frente liderando a Igreja, o povo católico de Nonoai.

Bem sabemos, que o padre Valmor é uma dessas pouquíssimas pessoas que serve ao próximo sem esperar nada em troca. Isso fez com que cativasse profundamente o povo e também conquistastes bons amigos.

“Muito lhe devemos e nem temos as palavras certas para lhe agradecer por tantos anos de sua vida doados a essa comunidade. Foram nove anos de convivência, de trabalho árduo e incansável, tudo para nos fazer perceber que o Reino de Deus está aqui também em Nonoai, apesar das adversidades. Gostaria de agradecer pela convivência, pela experiência adquirida e dizer que eu o considero parte da família”, ressalta o coordenador paroquial Leomar Pizzinatto.

“A gratidão, padre Valmor, será um sentimento que levaremos para sempre conosco, todas as vezes que tocarmos no seu nome. Pelo privilégio da convivência fomos abençoados pelo próprio Deus que o deixou ficar todo esse tempo junto conosco”, expõem Gilvana Santa Catarina em nome das coordenadoras da Pastoral Catequética.

“Hoje, padre Valmor, nem nos damos conta de que o tempo passou tão ligeiro. Mas percebemos o quanto o Senhor contribuiu para o crescimento da nossa Nonoai. De nossa Igreja Católica, do Santuário, e de nossas Comunidades. Nos proporcionou crescimento e fortalecimento espiritual, nossa fé ficou ainda maior, mais firme, que Deus na sua infinita graça e bondade, lhe conceda muita força, luz e sabedoria para dar continuidade nesta caminhada que vem sendo tão bem desempenhada pelo senhor, que por onde passar espalhe luz, vida e sabedoria, o senhor é sal da terra.”, afirma a coordenadora do conselho comunitário da Capela Nossa Senhora da Paz de Faxinal dos Lopes, Liliana de Moras Fiorentin.

“Muitas sementes foram espalhadas desde a sua chegada aqui. Muitos frutos já são colhidos e muitos outros ainda haveremos de colher. Só temos a agradecer a Deus pela oportunidade de tê-lo em nosso meio como diretor espiritual de nossa paróquia durante estes nove anos, agradecer pela amizade, pelos conselhos, pelo incentivo e pela pessoa maravilhosa que é, foi e acredito que sempre será. Não ficaremos tão tristes e nem nos sentiremos abandonados porque sabemos que sua missão é essa.  Assim como nossa paróquia precisou do senhor, outras também precisam fica para nós tudo de bom que fez por nossa comunidade. E temos a certeza de que manteremos os laços de carinho e amizade”, enfatiza a amiga pessoal e membro do ECC Roselita Savaris Chagas.

Para o padre Valmor tudo foi gratificante, “dificuldades não se deve ter, se deve enfrentar. Só tenho a agradecer pelos nove anos que estive à frente dessa paróquia e santuário, não foi e nem está sendo fácil pra mim ter tomado essa decisão, de pedir para deixar a paróquia, mas por outro lado estou muito feliz, como sempre devo estar, tudo o que juntos construímos não é meu, é da Igreja, da Diocese, fui ordenado para a Igreja Diocesana, dificuldades são normais, em todos lugares vamos encontrar, até mesmo nos próprios lares familiares. Digo de novo só tenho a agradecer a Deus e ao povo de Nonoai, Rio dos Índios e Gramados dos Loureiros. Saio de cabeça erguida e de consciência tranquila do dever comprido”, conclui padre Valmor Tomasi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *